pexels-alena-darmel-7710111

O que é Due Diligence?

A Due Diligence, ou diligência prévia, é um grande processo de estudo, análise e avaliação setorial de uma empresa na busca por informações e documentos que vão fornecer conhecimentos a respeito da situação jurídica da organização, detalhando sobre a sua lucratividade, faturamento e despesas. 

Todos os setores podem ser avaliados pelos processos da Due Diligence. Seus estudos, comumente, envolvem procedimentos de aspectos financeiros, previdenciários, contábeis, jurídicos, trabalhistas e tecnológicos da empresa. 

Por causa da grande exigência técnica para se fazer a Due Diligence, é indicado que ela seja feita por profissionais qualificados para a função. Contadores experientes não terão dificuldades em realizá-la com qualidade para a sua empresa.

Por qual motivo devo realizar a Due Diligence na minha empresa?

A resposta é simples: para que você tenha uma visão real sobre a situação do seu negócio. Inclusive, a Due Diligence é indispensável para empresas que estão passando por processos de venda, incorporação ou fusão. 

Para ficar melhor detalhado para você, estes são alguns dos procedimentos que serão exercidos pela Due Diligence:

→ Análise detalhada de documentos, demonstrações contábeis e financeiras;

→ avaliação da situação financeira da empresa;

→ verificação de oportunidades ou riscos para o negócio;

→ análise de toda a situação contábil.

Para também melhor ilustrar para você, estes são os alguns aspectos da empresa que serão melhor compreendidos pela Due Diligence:

→ Projeções futuras da empresa;

→ posicionamento de mercado;

→ situação fiscal e contábil;

→ verificação da existência e posicionamento dos principais concorrentes;

→ descoberta de fraudes que podem estar sendo cometidas por fornecedores, colaboradores ou clientes.

O empresário que busca fundir ou vender a sua empresa deve manter-se atento à situação atual do seu empreendimento, estando ciente do que deve ser melhorado, de quais processos podem render mais e sobre os problemas que podem ocorrer, buscando evitá-los. No caso da venda, os procedimentos da Due Diligence permitirão ao comprador saber em qual modelo de negócio ele está inserido.

Resultados da prática Due Diligence

Os resultados vão depender dos objetivos dos empresários. Caso os objetivos sejam os da venda ou fusão, o relatório obtido será enviado à parte interessada para que essa possa elaborar o contrato de transferência ou providenciar os documentos necessários para a realização da atividade pretendida.

Caso o interesse seja o de conhecer melhor a própria empresa, o empresário terá informações suficientes para amparar as suas tomadas de decisões, conquistar novos clientes, ganhar mais espaço no mercado e obter maior segurança.

Uma Due Diligence bem feita permitirá à sua empresa alçar voos maiores! E contratar uma consultoria contábil de qualidade será um grande diferencial!

Curtiu? Acesse nosso blog e confira mais posts sobre outros assuntos para o seu negócio 🙂

pexels-pixabay-60504

Decore bancário não existe!

Infelizmente, alguns golpistas têm utilizado o nome da BLN Contabilidade para prejudicar pessoas pelo Brasil, causando nelas prejuízos financeiros. O fato vem acontecendo há alguns meses.

Com o objetivo de instruir e evitar que novos golpes aconteçam, nosso CEO Rubney Belloni gravou uma mensagem, cujo o texto transcrevemos abaixo para que você possa acompanhar e se informar sobre o assunto:

“Decore bancário não existe! O que está acontecendo é um golpe de estelionato!

“Por que eu estou gravando esse vídeo? Desde fevereiro, todos os dias, eu atendo o telefone e ajudo a instruir pessoas inocentes ou ignorantes, no sentido literal da palavra, por não conhecerem a burocracia contábil, para ajudar essas pessoas a não caírem em um golpe. Um golpe que consiste em golpistas que enviam um SMS oferecendo crédito em nome dos bancos do Brasil, Itaú, Safra e Votorantim, os quais eu tenho conhecimento. Esse SMS encaminha para um número de WhatsApp, que está em nome do banco mas é atendido por golpistas que são extremamente profissionais. Eles utilizam um português correto, uma técnica perfeita, e, ao conversar, eles fazem uma exigência de documentos.  

Não compartilhe documentos! Ao negociar, vai faltar um documento: o “decore bancário”. E eu repito: o decore bancário não existe! E a pessoa vai ao mercado procurar quem ofereça esse serviço e não vai encontrar. Por ignorância e desespero, ela vai na indicação que os próprios golpistas dão e, pelo que temos conhecimento, indicam a BLN Contabilidade. 

A BLN Contabilidade é devidamente regularizada no CRC, é uma empresa ética e com posicionamento digital. A pessoa que não tem curiosidade, mas entra no site e vê que a empresa existe, fecha o negócio e começa a negociar com aquele WhatsApp. Mas uma pessoa curiosa, que vê que aquele é o nosso site, vai perceber que nosso número de WhatsApp é outro e vai entrar em contato conosco antes de compartilhar qualquer documento ou de fazer qualquer pagamento. 

Então, nós temos atendido dois tipos de pessoas: aquelas que já caíram no golpe e aquelas que ainda não caíram no golpe e me agradecem pela instrução. Nós estamos atendendo pessoas pelo Instagram, pelo Messenger do Google, pelo Facebook, pelo WhatsApp e por ligação. As pessoas vêm de todos os lugares solicitando a confirmação se os nomes apresentados pelos golpistas são funcionários da BLN. Não são! Essas pessoas são golpistas! Então, cuidado! Não caia nesse golpe! 

Essa mensagem visa informar, pois, do mesmo modo que os golpistas criaram uma indústria, quanto mais pessoas bem informadas, menos pessoas caem nesse golpe. Já tentei de todas as formas, já fiz boletim de ocorrência, mas é muito difícil parar esses golpistas por vias legais. Então, a informação é o melhor recurso.

Compartilhe essa informação com o microempreendedor individual e se você está aqui pois está sendo assediado por golpistas, cuidado! Assim como o mundo foi para o digital, o crime também foi. Esteja alerta!”

Rubney L. Belloni – CEO da BLN Contabilidade

O vídeo original pode ser acessado visitando o nosso Instagram clicando aqui ou acessando o seguinte link: https://www.instagram.com/p/CPnsMMyBoGE/

Ficamos à disposição para maiores esclarecimentos.

BLN Contabilidade.

pexels-pixabay-209224

TFE: O que significa e por que a sua empresa deve pagar essa taxa

É comum ao se abrir uma empresa, não ter a visibilidade de todas as taxas e contribuições de que a empresa está sujeita. Isso acontece com a TFE que é cobrada pelas Prefeituras. Como essa Guia é enviada pela Prefeitura assim como é feito pelo IPTU, normalmente o empreendedor leva um susto ou fica surpreso quando abre a correspondência .E você sabe o que é? Por que você paga e quais são as implicações de ignora-la? Acompanhe mais esse artigo explicando sobre essa Taxa.

O que é TFE ou a Taxa de Fiscalização

A TFE é a sigla para Taxa de Fiscalização de Estabelecimentos ou ainda conhecida como Taxa de Funcionamento. Ela é cobrada por todos os municípios brasileiros e pode ter alguma variação em seu nome.
Taxas cobradas por agentes públicos, são o efeito de uma remuneração por serviços públicos. A Taxa de Fiscalização é cobrada pelo papel de Polícia da Prefeitura na fiscalização das empresas e serve para custear as ações de controle e vigilância.
Normalmente a taxa é cobrada anualmente e os estabelecimentos comerciais recebem a guia diretamente da prefeitura.

Quem está sujeito a pagar a TFE

A TFE é devida por todos que exercem alguma atividade econômica na empresa em espaço próprio ou que seja aberta ao público.Isso inclui todas as empresas de comércio, serviços e industrias, os profissionais liberais, as organizações sociais, associações e fundações, e ainda pessoas físicas que exerçam atividades econômicas.
Ela é uma taxa anual, e é devida no ano de início das atividades até o ano do fim dela. Isso ocorre mesmo que durante o ano ou no fim dele.
Para os MEIs a cobrança depende da legislação municipal. Na maioria dos municípios o primeiro ano é isento, sendo cobrado a partir do segundo ano de operação. Em São Paulo os MEIs são isentos até deixarem essa condição e virarem ME.
O valor de cobrança depende de alguns fatores como o Município, a Atividade Econômica exercida, e a quantidade de empregados.
Quando a empresa exerce mais de uma atividade, o critério de cobrança da taxa passa a ser o valor mais alto. Por isso é preciso ficar atento na hora de escolher as atividades econômicas.
Uma observação sobre o CNAE: Se você não definir a atividade de sua empresa corretamente, vai se odiar depois.

man-computer

Gestão de compras: faça a da sua empresa de maneira eficiente

A gestão de compras é responsável por mensurar os custos empresariais, permitindo aplicar corretamente os gastos e estimar a quantidade daquilo que deverá ser comprado em oportunidades futuras.É inevitável:, toda empresa precisa comprar insumos para funcionar. Outrora, era simples, bastava encontrar um fornecedor com um menor preço e fazer o pedido, mas o aumento de demanda e a concorrência fizeram com que as empresas revisassem as suas metodologias de compras.

Por que a gestão de compras é importante?

Uma gestão de compras eficiente vai otimizar os custos, permitindo que as empresas desenvolvam potencial competitivo, já que vão poder praticar um melhor valor de venda, que pode ser um fator determinante na disputa de mercado. É possível também obter uma maior lucratividade graças à redução de custos e ter um melhor controle de seus estoques, dificultando que ocorra perda ou falta de produtos.

3 formas de fazer uma boa gestão de compras

Melhore o seu relacionamento com os fornecedores. É um primeiro bom passo. Fornecedores e setor de compras são parceiros estratégicos, precisam-se mutuamente, podem manter negócios por bastante tempo, e um bom relacionamento facilitará negociações de valores e ajudará a empresa a manter-se informada sobre reajustes. Busque acordos que sejam bons de ambas as partes. Ampare a relação sob os seguintes pilares: preço, prazo e confiança. Se não for possível manter um bom diálogo, busque um novo fornecedor.

Organize os dados da sua empresa: Entenda a necessidade de cada setor, informe-se qual é o setor que mais gasta, verifique o estoque em busca de mercadorias vencidas ou encalhadas e observe se existem desperdícios. Avalie todo o impacto gerado financeiramente por esses produtos e impeça que o erro se repita.

Monitore os produtos: Vai permitir que você descubra quais materiais estão em falta e que realmente precisam ser adquiridos e identificar processos que podem estar sendo interrompidos por falta de insumos. Softwares de gestão e controle de estoque prestarão uma eficiente ajuda nessa atividade.

Conseguiu compreender como a gestão de compras pode impactar diversas atividades de sua empresa e que a necessidade de um bom controle é justificada pela economia e lucros aumentados? Fora as compras erradas que não mais ocorrerão, problemas com fornecedores, estoques limitados e perdas de produtos por validade vencida. Que a sua empresa dê adeus às falhas por má gestão de venda e que o aumento de produtividade possa impactar positivamente o seu posicionamento no mercado.

pexels-tima-miroshnichenko-5198239

A Contabilidade Digital é a nova era dos serviços contábeis

O mundo digital progride em constante e veloz evolução, com suas novidades tecnológicas impactando diferentes setores profissionais.

A contabilidade, claro, também é afetada, e a Contabilidade Digital já é uma presença real nos escritórios que encontram muitos benefícios como aumento da produtividade, maior segurança e economia.

Uma definição para Contabilidade Digital

A contabilidade digital pode ser definida como a nova era dos serviços contábeis, onde automação, inteligência artificial, análise de dados, internet e softwares atuam na integração entre funcionários, clientes e fornecedores, otimizando processos, aumentando a produtividade e diminuindo os erros.Graças a ela, papeladas, análises manuais e arquivos são eliminados, com os processos automatizados sendo geridos por softwares de sistemas de gestão integrados utilizados por contador e cliente.

Mas será que a contabilidade digital pode ser uma ameaça ao emprego do contador?

A contabilidade digital não veio para substituir pessoas por computadores e extinguir o trabalho humano. Ela veio para melhorar resultados através da evolução da tecnologia. Isso valoriza ainda mais o perfil do contador, que vai poder se mostrar aos clientes como um profissional mais eficiente, atualizado e capacitado a entregar os melhores resultados. Nossa proposta é: informe-se sobre as novas tecnologias do mercado e permita que elas alcem sua empresa a voos e conquistas ainda maiores.