pexels-alena-darmel-7710111

O que é Due Diligence?

A Due Diligence, ou diligência prévia, é um grande processo de estudo, análise e avaliação setorial de uma empresa na busca por informações e documentos que vão fornecer conhecimentos a respeito da situação jurídica da organização, detalhando sobre a sua lucratividade, faturamento e despesas. 

Todos os setores podem ser avaliados pelos processos da Due Diligence. Seus estudos, comumente, envolvem procedimentos de aspectos financeiros, previdenciários, contábeis, jurídicos, trabalhistas e tecnológicos da empresa. 

Por causa da grande exigência técnica para se fazer a Due Diligence, é indicado que ela seja feita por profissionais qualificados para a função. Contadores experientes não terão dificuldades em realizá-la com qualidade para a sua empresa.

Por qual motivo devo realizar a Due Diligence na minha empresa?

A resposta é simples: para que você tenha uma visão real sobre a situação do seu negócio. Inclusive, a Due Diligence é indispensável para empresas que estão passando por processos de venda, incorporação ou fusão. 

Para ficar melhor detalhado para você, estes são alguns dos procedimentos que serão exercidos pela Due Diligence:

→ Análise detalhada de documentos, demonstrações contábeis e financeiras;

→ avaliação da situação financeira da empresa;

→ verificação de oportunidades ou riscos para o negócio;

→ análise de toda a situação contábil.

Para também melhor ilustrar para você, estes são os alguns aspectos da empresa que serão melhor compreendidos pela Due Diligence:

→ Projeções futuras da empresa;

→ posicionamento de mercado;

→ situação fiscal e contábil;

→ verificação da existência e posicionamento dos principais concorrentes;

→ descoberta de fraudes que podem estar sendo cometidas por fornecedores, colaboradores ou clientes.

O empresário que busca fundir ou vender a sua empresa deve manter-se atento à situação atual do seu empreendimento, estando ciente do que deve ser melhorado, de quais processos podem render mais e sobre os problemas que podem ocorrer, buscando evitá-los. No caso da venda, os procedimentos da Due Diligence permitirão ao comprador saber em qual modelo de negócio ele está inserido.

Resultados da prática Due Diligence

Os resultados vão depender dos objetivos dos empresários. Caso os objetivos sejam os da venda ou fusão, o relatório obtido será enviado à parte interessada para que essa possa elaborar o contrato de transferência ou providenciar os documentos necessários para a realização da atividade pretendida.

Caso o interesse seja o de conhecer melhor a própria empresa, o empresário terá informações suficientes para amparar as suas tomadas de decisões, conquistar novos clientes, ganhar mais espaço no mercado e obter maior segurança.

Uma Due Diligence bem feita permitirá à sua empresa alçar voos maiores! E contratar uma consultoria contábil de qualidade será um grande diferencial!

Curtiu? Acesse nosso blog e confira mais posts sobre outros assuntos para o seu negócio 🙂

file

O que é o registro contábil de uma empresa?

Gerir uma empresa da maneira correta requer que o empresário tome diversos cuidados relacionados ao controle contábil da empresa. Para que a gestão ocorra apresentando resultados positivos, o registro contábil se apresenta como uma ferramenta aliada dos contadores e empresários na busca pela otimização do desempenho da empresa.

Qual é a função do registro contábil de uma empresa?

O registro contábil assinala todos os eventos ligados à economia e ao financeiro da empresa. Por meio dele, contadores e empresários conseguem saber sobre a saúde financeira da empresa, analisando receitas, gastos e permitindo saber quanto ela gera de lucro ou de despesas. Ainda é possível saber por meio do registro contábil o total dos bens que foram acumulados e sobre o patrimônio líquido acumulado.

De acordo com a Interpretação Técnica Geral (ITG), aprovada em 2010 pelo Conselho Federal de Contabilidade, o registro contábil de uma empresa é obrigatório para todos os tipos de empresa, independentemente de seu formato jurídico ou aporte financeiro.

O registro contábil é sempre feito por um contador, porém ele não trabalha sozinho, pois precisa de informações que só podem ser fornecidas pelo empresário responsável pela gestão da empresa. 

Registro contábil: parceria entre contador e empresário.

Como dito antes, contador e empresário colaboram juntos para que o registro contábil da empresa seja processado corretamente.

O contador será o responsável pela visão técnica do procedimento, verificando que tudo esteja de acordo com o Conselho Federal de Contabilidade. Já o empresário deve fornecer todas as informações econômicas solicitadas pelo contador. Tudo deve ser relevado com clareza e honestidade, visando o melhor resultado para a empresa. 

Às vezes, surgem dúvidas sobre quais informações devem ser fornecidas. Não há como padronizar, cada caso será diferente e dependerá do tipo de serviço prestado pelo contador. Comumente, as informações são sobre pagamentos de impostos e sobre a folha de pagamento. Contudo, estas podem ser informações que o seu contador já saiba por controlar esses serviços para a empresa.

Entre as informações que serão certas do contador depender da ajuda do empresário estão os extratos bancários da empresa, comprovantes de pagamento de despesas, contratos de aluguel etc. Ou seja, todos os dados que não passam pelo contador devem ser fornecidos pelo empresário.

Lembrando que, tratando-se de periodicidade, não há um prazo determinado legalmente, mas, habitualmente, o registro contábil é feito mensalmente.

Caso tenha ficado alguma dúvida, você pode deixá-la nos comentários abaixo, combinado? 

pexels-pixabay-60504

Decore bancário não existe!

Infelizmente, alguns golpistas têm utilizado o nome da BLN Contabilidade para prejudicar pessoas pelo Brasil, causando nelas prejuízos financeiros. O fato vem acontecendo há alguns meses.

Com o objetivo de instruir e evitar que novos golpes aconteçam, nosso CEO Rubney Belloni gravou uma mensagem, cujo o texto transcrevemos abaixo para que você possa acompanhar e se informar sobre o assunto:

“Decore bancário não existe! O que está acontecendo é um golpe de estelionato!

“Por que eu estou gravando esse vídeo? Desde fevereiro, todos os dias, eu atendo o telefone e ajudo a instruir pessoas inocentes ou ignorantes, no sentido literal da palavra, por não conhecerem a burocracia contábil, para ajudar essas pessoas a não caírem em um golpe. Um golpe que consiste em golpistas que enviam um SMS oferecendo crédito em nome dos bancos do Brasil, Itaú, Safra e Votorantim, os quais eu tenho conhecimento. Esse SMS encaminha para um número de WhatsApp, que está em nome do banco mas é atendido por golpistas que são extremamente profissionais. Eles utilizam um português correto, uma técnica perfeita, e, ao conversar, eles fazem uma exigência de documentos.  

Não compartilhe documentos! Ao negociar, vai faltar um documento: o “decore bancário”. E eu repito: o decore bancário não existe! E a pessoa vai ao mercado procurar quem ofereça esse serviço e não vai encontrar. Por ignorância e desespero, ela vai na indicação que os próprios golpistas dão e, pelo que temos conhecimento, indicam a BLN Contabilidade. 

A BLN Contabilidade é devidamente regularizada no CRC, é uma empresa ética e com posicionamento digital. A pessoa que não tem curiosidade, mas entra no site e vê que a empresa existe, fecha o negócio e começa a negociar com aquele WhatsApp. Mas uma pessoa curiosa, que vê que aquele é o nosso site, vai perceber que nosso número de WhatsApp é outro e vai entrar em contato conosco antes de compartilhar qualquer documento ou de fazer qualquer pagamento. 

Então, nós temos atendido dois tipos de pessoas: aquelas que já caíram no golpe e aquelas que ainda não caíram no golpe e me agradecem pela instrução. Nós estamos atendendo pessoas pelo Instagram, pelo Messenger do Google, pelo Facebook, pelo WhatsApp e por ligação. As pessoas vêm de todos os lugares solicitando a confirmação se os nomes apresentados pelos golpistas são funcionários da BLN. Não são! Essas pessoas são golpistas! Então, cuidado! Não caia nesse golpe! 

Essa mensagem visa informar, pois, do mesmo modo que os golpistas criaram uma indústria, quanto mais pessoas bem informadas, menos pessoas caem nesse golpe. Já tentei de todas as formas, já fiz boletim de ocorrência, mas é muito difícil parar esses golpistas por vias legais. Então, a informação é o melhor recurso.

Compartilhe essa informação com o microempreendedor individual e se você está aqui pois está sendo assediado por golpistas, cuidado! Assim como o mundo foi para o digital, o crime também foi. Esteja alerta!”

Rubney L. Belloni – CEO da BLN Contabilidade

O vídeo original pode ser acessado visitando o nosso Instagram clicando aqui ou acessando o seguinte link: https://www.instagram.com/p/CPnsMMyBoGE/

Ficamos à disposição para maiores esclarecimentos.

BLN Contabilidade.